31 agosto 2010

Joelhada no trânsito

Estava no famoso e delicioso (apesar do colesterol) Rei do Joelho num sábado ensolarado quando acontece o seguinte flagra:
Um carro pára em estacionamento proibido na esquina da Rua Osvaldo Cruz com a Rua Dona Maria Umbelina Couto. Isso já é grave mas bom, como disse em posts anteriores, estamos tão acostumados que não nos importamos muito mais.

Nas vias não havia nenhum trânsito, pois era sábado, pouco movimento.

Entretanto a linha 3.71 de ônibus que passa pela Osvaldo Cruz e entra na Maria Umbelina. Neste momento temos o exato retrato do que causa a maior parte do trânsito, pessoas infringindo as leis de trânsito causam uma pequena lentidão ou bloqueiam uma passagem fazendo outros carros pararem ou reduzirem até que... pronto trânsito problemático.


E foi o que ocorreu, o ônibus não conseguia passar diretamente, teve que fazer 3 manobras até conseguir.

Dá pra ver na foto os passageiros realmente inconformados com a situação. Demorou tanto que deu até tempo de filmar a última manobra:
video

Isso é duro, problemas de trânsito são causados por pessoas preguiçosas (no mínimo) que infringindo a lei causam problemas pra várias outras pessoas. Neste caso incomodou todos os passageiros do ônibus, sem contar os outros carros que tiveram que esperar atrás (e do lado dado que era uma esquina) até que ele terminasse as manobras.
Essa foi uma joelhada no trânsito e pior acontece frequentemente.

3 comentários:

  1. Sem contar quem tava comendo joelho e teve que interromper a degustação para ver o incidente. :p

    ResponderExcluir
  2. isso é uma palhaçada... alguém ligou pra CET?

    ResponderExcluir
  3. Não justificando, pois mesmo que não tivesse a placa o carro está muito próximo da esquina, mas cadê a faixa amarela?
    Em alguns casos a sinalização deixa a desejar tbem. Aposto que se tivesse bem sinalizado inibiria o cara de parar ai...

    Estou indignado com os quebra-molas em Campinas, especialmente em Barão Geraldo. Restauraram os quebra-molas, estão com asfalto renovado e sinalização nova. O problema é que estão enormes. Outro dia vi no programa "Auto Esporte" da Globo algo sobre a regulamentação e hj achei a regulamentação 39/98 do Contran. Tem 2 tipos de ondulações verticais e com certeza não são altas e estreitas quanto os quebra-molas q vemos por ai.

    Desculpe pelo desabafo. Vamos nos mobilizar para pedir regularização dos quebra-molas!!!

    ResponderExcluir